Início do conteúdo

 

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) está junto com o Ministério Público Federal (MPF), o Grupo Nacional de Coordenadores Eleitorais (GNACE) e o Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG) na campanha “Ministério Público nas eleições 2022”.  

Lançada nacionalmente nesta segunda-feira, 1º de agosto, a iniciativa tem como objetivo reforçar para a população o papel fiscalizador dos Ministérios Públicos na votação e apuração do pleito, bem como de recebimento de denúncias e reclamações durante o processo eleitoral.

A campanha foi idealizada pelo MPMS tem o apoio e adesão de todos os Ministérios Públicos estaduais. Nesses meses que antecedem as eleições, as peças publicitárias da campanha serão veiculadas em mídias digitais e outros canais em todo o país, com mensagens que reforçam o papel fiscalizador dos Ministérios Públicos na votação e apuração do pleito, bem como do recebimento de denúncias e reclamações durante o processo eleitoral.  

A campanha também poderá ser veiculada em emissoras de rádio e televisão interessadas em levar o tema ao conhecimento da população.  

Acesse aqui o vídeo da campanha.

Acesse aqui o spot da campanha.

Vox 

O promotor de Justiça Edson de Resende Castro, coordenador do Centro de Apoio Eleitoral (CAEL), falou ao Vox, o podcast do MPMG, sobre o papel do Ministério Público nas eleições, novidades e regras para as eleições gerais deste ano, crimes eleitorais, gastos de campanha, entre outros assuntos. 

Denúncias

Irregularidades verificadas durante a campanha podem ser denunciadas ao MPMG pelo telefone 127 ou pelo portal ou ao MPF clicando aqui.

 

Final do conteúdo