VoltarImprimir

Notícias

Meio Ambiente15/02/2019
Vale deve contratar auditoria independente para verificar medidas de recuperação socioambiental das áreas impactadas pela tragédia de Brumadinho

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e a Vale assinaram hoje, 15 de fevereiro, um Termo de Compromisso em que a mineradora se compromete a contratar auditoria técnica independente para analisar a efetividade das medidas adotadas na contenção dos rejeitos e na recuperação socioambiental de todas as áreas impactadas pela tragédia de Brumadinho.

A auditória independente também deverá verificar a segurança e a estabilidade das estruturas remanescentes do Complexo Paraopeba II, mina Córrego do Feijão, e das estruturas que venham a ser construídas para conter os rejeitos que vazaram das barragens que romperam no dia 25 de janeiro.

A empresa contratada pela Vale terá ainda que analisar questões geotécnicas, arqueológicas e espeleológicas, de segurança de barragens, de manejo de rejeitos, de caracterização e de remediação ambiental, o que inclui o monitoramento do ar, da fauna, flora e recursos hídricos impactados pelo rompimento das barragens do complexo Paraopeba II.

As informações e laudos deverão ser enviados ao MPMG para análise das medidas que estão sendo adotadas para recuperar o meio ambiente impactado e para garantir a segurança do complexo. O serviço de auditoria deverá ser prestado até que seja comprovada a estabilidade de todas as estruturas, tanto do complexo, quanto daquelas que vierem a ser construídas para conter os rejeitos.


Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/3330-8166
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
15/02/18