VoltarImprimir

Notícias

Institucional19/12/2018
Plataforma da Rede de Voluntariado de Minas Gerais é lançada na Procuradoria-Geral de Justiça

Iniciativa busca conectar entidades públicas, privadas, do terceiro setor e a sociedade civil para promover transformações positivas nos municípios

Plataforma da Rede de Voluntariado de Minas Gerais é lançada na Procuradoria-Geral de Justiça

Já está em funcionamento e a serviço da população mineira a plataforma online da Rede de Voluntariado de Minas Gerais. Criada com o objetivo de promover transformações positivas nos municípios, a novidade reúne dados de oferta e demanda sobre o trabalho voluntário no estado. Entidades públicas, privadas, do terceiro setor e sociedade civil são convidadas a integrar a rede, que faz parte da Política Estadual de Fomento ao Voluntariado Transformador (PFVT).

O lançamento da plataforma foi nesta quinta-feira, 20 de dezembro, na Procuradoria-Geral de Justiça, em Belo Horizonte. O Comitê Gestor da Rede de Voluntariado de Minas Gerais, responsável pelo lançamento, congrega o Governo do Estado, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) e o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), contando, também, com o apoio do Programa de Voluntários das Nações Unidas (PNUV).

Além de coordenar e fomentar a prática do voluntariado em Minas, a PFVT busca preparar cidadãos e instituições para a prática do voluntariado. Conforme o Comitê Gestor da Rede, o estado possui centenas de instituições envolvidas com o serviço voluntário, mas as ações promovidas ainda são isoladas, desconectadas, com baixa escala de divulgação e sem qualquer auxílio do Estado. Por isso, há uma oferta de voluntários reprimida pela dificuldade de acesso ou pelo desconhecimento das oportunidades existentes.

No lançamento da plataforma, o procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, destacou que é um orgulho para o MPMG participar da Rede. Estamos investindo muito no voluntariado e temos grandes parceiros nesse trabalho, que têm mostrado na prática como o voluntariado transformador pode fazer a diferença na vida das pessoas e da sociedade. O lançamento da plataforma é um presente de Natal para a sociedade mineira”.

A coordenadora da Rede, Adriana Cardoso, comentou sobre os desafios do voluntariado, tanto para as entidades, quanto para os voluntários. Entre eles, citou a dificuldade que as pessoas têm de encontrar as entidades em suas cidades, os obstáculos que as entidades têm para atingir voluntários em potencial e o desconhecimento sobre questões trabalhistas. “A rede surge como uma forma de solucionar essas dificuldades. A ideia é, também, gerar mais compromisso entre entidades e voluntários, além de ajudar a dar espaço para que as ONGs divulguem as ações que promovem”.

Acesso
A Rede de Voluntariado pode ser acessada com facilidade por meio da plataforma online. Na plataforma, é possível se cadastrar como voluntário, podendo detalhar as preferências de área de  atuação habilidades e disponibilidade; como entidade, indicando os tipos de vagas necessárias  para voluntários, a área de atuação e as atividades demandadas; ou como parceiro, podendo se disponibilizar como apoiador de projetos de voluntariado de acordo com as áreas de atuação de  interesse, ou gerindo programas internos de voluntariado dentro de suas instituições.

As três linhas de atuação da Rede são: promoção do encontro entre voluntários e entidades; fomento à criação de programas institucionais próprios nas diversas instituições do estado de Minas Gerais; e atuação interinstitucional, que corresponde à promoção do diálogo entre as instituições componentes da Rede para auxílio mútuo em seus programas e atividades.

Compuseram a mesa de lançamento da plataforma o procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet; a coordenadora do Núcleo de Voluntariado do TJMG, desembargadora Maria Luisa Marilac; o diretor adjunto da ALMG, Wamberto Dias da Silva, o coordenador adjunto da Defesa Civil, tenente-coronel Faria; o procurador do Estado Walmir Peixoto Costa, representando a Advocacia-Geral do Estado; o coordenador do Voluntariado do MPMG, promotor de Justiça Walter Freitas de Moraes Júnior; e Orosana de Fátima, do grupo voluntário Beija-Flores.

Clique aqui para acessar a plataforma.

Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/3330-8166
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
21/12/18