VoltarImprimir

Notícias

Institucional11/05/2018
PGJ discute medidas contra aumento de tarifas do metrô de BH

A Procuradoria-Geral de Justiça de Minas Gerais recebeu, nos últimos dias, diversas representações de parlamentares mineiros, associações e sindicatos contra a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) relativas ao reajuste de 88% nas tarifas do metrô de Belo Horizonte. Na manhã desta sexta-feira, 11 de maio, o procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, se reuniu com o primeiro vice-presidente da Câmara dos Deputados, Fábio Ramalho, que entregou a ele um documento que contesta o aumento implementado nos preços dos trens da capital mineira.

Dada a urgência da demanda, Tonet deu imediato encaminhamento à representação, enviando-a para a Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor. Ontem, a Promotoria instaurou, de ofício, Notícia de Fato para apurar o caso e avaliar eventuais medidas judiciais cabíveis. O mesmo procedimento foi adotado em relação às demais representações recebidas pelo Ministério Público de Minas Gerais. Uma delas foi entregue, na quarta-feira, 9 de maio, pelos deputados estaduais Marília Campos e Rogério Correia ao procurador-geral de Justiça adjunto institucional, Nedens Ulisses Freire Vieira.

Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/3330-8166
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
11/05/2018


Compartilhar: