VoltarImprimir

Notícias

Crime Organizado07/11/2018
Vinte e oito pessoas são presas durante operação em shoppings populares da capital
Vinte e oito pessoas são presas durante operação em shoppings populares da capital

Os shoppings Xavantes e Oiapoque, pontos de comércio popular em Belo Horizonte, foram alvos, nos dias 5 e 6 de novembro, de mais uma operação de combate ao comércio ilegal de celulares e peças desses aparelhos, oriundos de furto ou roubo.

Coordenada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), a operação Celular seguro em BH resultou na prisão de 28 pessoas e na apreensão de 54 aparelhos celulares produtos de crime, 1575 aparelhos celulares e outros dispositivos móveis com irregularidades fiscais, dois veículos, 20 caixas de cigarro e 30 kg de maconha. Ao todo, 68 lojas foram fiscalizadas.

Os trabalhos, que buscam proporcionar mais segurança à população, contaram também com a participação da Prefeitura de Belo Horizonte e da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG).


Queda no índice de furto e roubo de celulares
Segundo o MPMG e a PMMG, embora os índices de furto e roubo de celulares, ocorridos na capital e na Região Metropolitana de Belo Horizonte, tenham apresentado uma redução a partir do segundo semestre de 2018, quando comparado com o ano anterior, os números ainda são bastante significativos.

Por meio de levantamentos realizados pelas duas instituições, constatou-se que grande parte dos celulares furtados ou roubados acaba sendo comercializada em lojas de manutenção e venda de celulares instaladas em shoppings populares.

Fonte: Gaeco
Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/3330-8166
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
07/11/2018


Compartilhar: