VoltarImprimir

Notícias

Meio Ambiente05/02/2019
Nota sobre paralisação da Mina de Brucutu

A respeito da divulgação sobre possível paralisação das atividades da Vale, na Mina de Brucutu, em São Gonçalo do Rio Abaixo, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) informa que sua atuação visa exclusivamente à segurança da população e do meio ambiente.

Espera-se, com isso, evitar que aconteçam novas tragédias, como a que ocorreu com o rompimento de três barragens no Complexo da Mina do Feijão, da Vale, em Brumadinho, causando imenso dano ambiental e a perda de centenas de vidas humanas. Isso apenas três anos após a ruptura da barragem de Fundão da empresa Samarco, em Mariana.

Caso a Vale preste os esclarecimentos e adote as medidas necessárias, de forma a não haver dúvida quanto à estabilidade das estruturas sob sua responsabilidade, não haverá oposição deste órgão às atividades da empresa.

O MPMG destaca que é papel do Estado e de suas instituições assegurar o direito à vida e ao meio ambiente saudável, e que sempre defenderá os direitos humanos basilares com prevalência sobre os direitos à atividade econômica.

Fonte: Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Caoma)

Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/3330-8166
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
05/02/2019