VoltarImprimir

Notícias

Idosos25/03/2020
MPMG recomenda que instituições de longa permanência para idosos tomem medidas preventivas por causa da Covid-19

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) expediu nesta quarta-feira, 25 de março, uma Recomendação aos gestores de instituições de longa permanência para idosos (ILPIs) para que adotem medidas preventivas diante da pandemia de coronavírus. Restrição de visitas aos idosos, não promover comemorações que possam gerar aglomerações e adotar os procedimentos de higienização fazem parte da Recomendação.

Ao todo são 16 medidas que deverão ser colocadas em prática pelos gestores das mais de duzentas ILPIs de Belo Horizonte.





De acordo com o MPMG, a Recomendação leva em consideração a declaração de pandemia feita pela Organização Mundial de Saúde (OMS), no último dia 11 de março e a vulnerabilidade dos idosos em virtude de estarem no grupo de risco, conforme destacado pelas autoridades sanitárias.

Além disso, o MPMG segue ainda as orientações da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), em relação aos cuidados especiais a serem dispensados à população com idade superior a 60 anos.

Segundo a Promotoria de Justiça de Defesa dos Idosos e das Pessoas com Deficiência de Belo Horizonte, a não observância das orientações importará na adoção de medidas judiciais no intuito de resguardar os interesses dos idosos institucionalizados nas ILPIs da capital.

Clique aqui para acessar a Recomendação.


Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
25/03/2020