VoltarImprimir

Notícias

Crime Organizado10/09/2018
MPMG articula para expandir grupo de combate a roubos



O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), está articulando para expandir o Grupo de Intervenção Estratégica de Enfrentamento a Roubos no Estado de Minas Gerais (GIE-R) para a Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

O grupo foi instituído em 2017, por meio de uma resolução conjunta e é formado por instituições de segurança pública e tem como foco, por meio da integração dos órgãos, combater a ocorrência dessa modalidade de crime. 

Para marcar o início dessa expansão, foi realizada, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, na quarta-feira, 5 de setembro, uma reunião da qual participaram também a Polícia Militar, a Polícia Civil e a Secretaria de Segurança Pública.

O grupo será expandido para sete novas cidades da região metropolitana de Belo Horizonte – Betim, Contagem, Ibirité, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, Sabará e Vespasiano. Durante a reunião, também foram demonstrados a metodologia de trabalho e os resultados da atuação do grupo entre abril de 2017 e agosto de 2018. A apresentação foi feita pelos promotores de Justiça Daniel de Sá, Paula Ayres e Rafael Henrique Fernandes. Também participaram promotores das cidades que passarão a fazer parte do GIE-R.

O procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, destacou o êxito do grupo desde sua implementação, representado não só pelos números, mas também pelo aumento da sensação de segurança da população onde ele está presente. “Além do indispensável viés repressivo, temos que destacar os efeitos positivos do trabalho preventivo, que é potencializado com a atuação articulada entre os integrantes do sistema de segurança pública”, apontou Tonet. 

Para a coordenadora do Gaeco, Cássia Virgínia Serra Teixeira Gontijo, “como a experiência do grupo foi exitosa e a criminalidade sempre busca mecanismos para burlar as medidas de combate ao crime que são aplicadas, com a expansão do grupo para a região metropolitana, poderemos trabalhar de forma mais qualificada, em especial com a troca de informações”, afirmou. Ela também informa que os promotores de Justiça em cada comarca irão iniciar os trabalhos para a formação do grupo local.

A promotora de Justiça Paula Ayres enfatizou a integração entre as forças de segurança como um dos fatores de sucesso do projeto, lembrando que apenas após o 11 de setembro de 2001 nos EUA é que houve uma integração maior entre as forças de segurança. “Eu acho que se a gente ainda não teve o 11 de setembro da segurança pública nacional, a gente está prestes a ter e temos que nos integrar antes disso”. afirmou.

“Se a distância mais curta entre dois pontos é uma reta, a distância mais longa é um ofício”,  disse o promotor de Justiça Rafael Henrique Fernandes, lembrando que o grupo está rompendo com o antigo paradigma para ser mais ágil e eficiente.

 

Ministério Público de Minas Gerais


Superintendência de Comunicação Integrada


Diretoria de Imprensa


Tel: (31) 3330-8016/3330-8166


Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial


Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial

10/09/2018

 

 

 

 

 

 


Compartilhar: