VoltarImprimir

Notícias

Eleitoral04/10/2019
Ministério Público Eleitoral denuncia 11 pessoas por desvio de recursos do fundo eleitoral

 

Após cerca de oito meses de investigação, o Ministério Público Eleitoral denunciou à 26ª Zona Eleitoral, nesta sexta-feira, 4 de outubro, 11 pessoas por envolvimento em esquema de desvio de recursos por meio de candidaturas de fachada (“laranjas”) nas últimas eleições. Conforme o promotor de Justiça Eleitoral Fernando Abreu, todos foram denunciados pelos crimes falsidade ideológica (artigo 350 do Código Eleitoral), apropriação indébita eleitoral (artigo 354 CE) e associação criminosa  (artigo 288 do Código Penal).



Segundo o promotor de Justiça Eleitoral, buscando fraudar a legislação eleitoral, candidatas mulheres foram cooptadas e receberam propostas para que se candidatassem e, durante a campanha, promovessem o pagamento de despesas eleitorais de outros candidatos, como uma forma de burlar o repasse de recursos do fundo eleitoral e beneficiar outras candidaturas, bem como a legislação eleitoral que assegura pelo menos 30% de candidaturas femininas nas eleições.

Segundo a denúncia, foram cerca de R$260 mil recebidos pelas candidatas, dos quais mais de R$190 mil foram repassados a outras candidaturas.

O promotor de Justiça dá mais detalhes da denúncia:


Denunciados

Lilian Bernardino de Almeida Marchezini
Naftali Tamar de Oliveira Neres
Roberto Silva Soares
Reginaldo Donizete Soares   
Marcelo Raid Soares
Irineu Inácio da Silva
Marcelo Henrique Teixeira Dias
Camila Fernandes Rosa
Débora Gomes da Silveira
Mateus Von Rondon Martins
Haissander Souza de Paula

 

 

Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
04/10/19