VoltarImprimir

Notícias

Institucional09/11/2018
Eleição para o cargo de procurador-geral de Justiça será realizada no dia 13 de novembro

No dia 13 de novembro, será realizada eleição para a formação de lista tríplice para o cargo de procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), biênio 2019/2020. Quatro procuradores de Justiça inscreveram-se para a disputa: Antônio Sérgio Tonet, que busca a recondução ao cargo, Gisela Potério Santos Saldanha, Márcio Luís Chila Freyesleben e Waldemar Antônio de Arimatéia.

Os eleitores são promotores e procuradores de Justiça do MPMG em atividade. O voto é obrigatório, pessoal e secreto, e o eleitor poderá votar em até três candidatos inscritos. A eleição e a apuração serão realizadas através de sistema informatizado disponibilizado pela Procuradoria-geral de Justiça. A votação acontece entre 8h e 18h.

A apuração dos votos ocorrerá imediatamente após o término da votação, no 1º andar do Edifício Castellar Modesto Guimarães (av. Álvares Cabral, 1.690, Santo Agostinho, Belo Horizonte). Os três candidatos mais votados vão compor a lista que será encaminhada ao governador do Estado, que nomeará, entre eles, o novo procurador-geral de Justiça.

A Comissão Eleitoral designada para proceder aos trabalhos é composta pelos procuradores de Justiça Epaminondas Fulgêncio Neto (presidente), Carlos Eduardo Mafra Cavalcanti e Edmar Augusto Gomes.

Conheça os candidatos

Antônio Sérgio Tonet - Natural de Adamantina, ingressou no MPMG em dezembro de 1986, tendo atuado nas comarcas de Rio Paranaíba, Frutal, Contagem e Belo Horizonte. Exerceu a função de chefe de gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça entre 2001 e 2004. Promovido a procurador de Justiça em 2002, foi eleito para integrar o Conselho Superior do MPMG nos anos de 2006, 2008, 2011 e 2014. Foi ainda assessor especial da Procuradoria-Geral de Justiça. Compôs a Câmara de Procuradores de Justiça nos biênios 2009/2010 e 2014/2016. Exerceu diversas funções na Associação Mineira do Ministério Público e foi diretor da Fundação Escola Superior do Ministério Público. Foi procurador-geral de Justiça no biênio 2017/18, cargo para o qual busca a recondução.

Gisela Potério Santos Saldanha - Natural de Campinas, ingressou no MPMG em janeiro de 1991, tendo sido promotora de Justiça nas comarcas de Itambacuri, Governador Valadares, Nova Lima e Belo Horizonte. Em 2001, foi promovida ao cargo de procurador de Justiça. É doutoranda em Direito pela Universidade de Deusto, em Bilbao, na Espanha; pós-graduada em Direito Processual pela PUC-Minas e em Direito Civil e Direito Processual Civil pela Universidade Gama Filho. Atuou como diretora da Escola Superior do Ministério Púbico do Estado de Minas Gerais.

Márcio Luís Chila Freyesleben – Procurador de Justiça.

Waldemar Antônio de Arimatéia - Natural de Pará de Minas, ingressou no MPMG em 1991, tendo atuado nas comarcas de Jequitinhonha, Teófilo Otoni e Belo Horizonte. Na capital, foi promotor de Justiça na Fazenda Pública e no 2º Tribunal do Júri. Foi assessor especial da Procuradoria-Geral de Justiça durante a gestão de Epaminondas Fulgêncio como procurador-geral de Justiça. Promovido por antiguidade a procurador de Justiça, é titular da Procuradoria de Justiça de Habeas Corpus. Exerceu o cargo de procurador-geral de Justiça adjunto institucional na gestão de Alceu Torres Marques e de procurador-geral de Justiça adjunto jurídico na gestão de Carlos André Mariani Bittencourt. Foi membro do Conselho Superior do MPMG por quatro mandatos e professor nas faculdades de Direito Milton Campos, da UFMG, das faculdades de Direito em Teófilo Otoni e em vários cursos preparatórios para ingresso na carreira do MP.

 


Compartilhar: