VoltarImprimir

Notícias

Inclusão e Mobilização Sociais18/12/2017
Destruídos em decorrência de fortes chuvas, Rio Casca e Vista Alegre recebem MP Itinerante
Destruídos em decorrência de fortes chuvas, Rio Casca e Vista Alegre recebem MP Itinerante

Casas destruídas, histórias perdidas, muita sujeira e lama e uma população que ainda busca se reestabelecer e superar o rastro de destruição causado pelas fortes chuvas do começo deste mês. Em Rio Casca e no distrito de Vista Alegre, na Zona da Mata mineira, dois dos locais mais atingidos, o nível da água do rio que leva o mesmo nome do município subiu cerca de 10 metros e deixou imóveis submergidos e centenas de pessoas desabrigadas.

A força para recomeçar pode ser vista nas ruas, onde moradores, voluntários e equipes da prefeitura ainda buscam juntar os cacos e limpar as vias públicas atingidas, além de contabilizar, organizar e distribuir alimentos, roupas e eletrodomésticos arrecadados por meio das milhares de doações que chegam de todo o país.

Na última semana, a equipe do Ministério Público Itinerante acompanhou de perto a situação. Integrantes do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e de instituições parceiras estiveram em Rio Casca e Vista Alegre, nos dias 14 e 15 de dezembro, levando doações, atendimentos e serviços à população local e buscando intervir em situações emergenciais envolvendo, especialmente, crianças em situação de vulnerabilidade e precariedade na assistência a vítimas do desastre.

A ação contou com a participação do procurador de Justiça Bertoldo Mateus de Oliveira Filho, coordenador estadual de Defesa das Famílias, das Pessoas com Deficiência e dos Idosos, e da promotora de Justiça de Abre Campo Gislaine Schumann. Um grupo de jipeiros ligados à Cruz Vermelha, sob coordenação do promotor de Justiça Walter Freitas de Moraes Junior, atuou de forma voluntária transportando pessoas, cestas básicas e materiais a locais de difícil acesso.

A parceria do Sindicato dos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado de Minas Gerais (Recivil) e do Instituto de Identificação da Polícia Civil propiciou a confecção de cerca de 600 documentos, entre certidões de nascimento, casamento e óbito e carteiras de identidade, isso sem contar os mais de 100 atendimentos realizados pelos integrantes do MPMG e da assistência jurídica prestada pelo município de Rio Casca.

Veja fotos do MP Itinerante em Rio Casca e Vista Alegre.

 

Recomeço
Fabiana de Fátima Neto, nascida em Rio Casca em 1978, foi uma das pessoas assistidas. Eram 7 horas da manhã do dia 4 deste mês,  quando Fabiana, seu marido e os dois filhos foram acordados às pressas para abandonar sua residência. “Em menos de quatro minutos a casa já estava cheia de água. Somente na sexta-feira pude ver o estrago, não só da minha casa, que estava no chão, mas também de nossos vizinhos. Muita gente foi resgatada de barco. Desde então, estamos abrigados na casa de uma amiga”, conta.



Segundo Fabiana, um de seus dois filhos é autista e necessita de cuidados especiais, entre eles, de medicamentos que precisam ficar sob refrigeração. No entanto, ela afirmou que não conseguiu uma geladeira, seja com o Poder Público local ou por meio das doações recolhidas e, por isso, procurou o MP Itinerante na tentativa de encontrar uma solução. O eletrodoméstico, que estava armazenado com outros milhares de objetos doados em um ginásio da cidade, foi conseguido pela equipe do MPMG no dia seguinte e entregue à Fabiana. “Eu me propus a seguir pela fé e força”, disse, lembrando que muitas pessoas ainda dependem de ajuda para recomeçar.


Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/3330-8166
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
18/12/2017


Compartilhar: