VoltarImprimir

Notícias

Institucional04/11/2019
“Eu acredito muito no MPMG e quero dar o meu melhor ao povo mineiro”, afirma nova promotora no primeiro dia do Curso de Preparação
“Eu acredito muito no MPMG e quero dar o meu melhor ao povo mineiro”, afirma nova promotora no primeiro dia do Curso de Preparação

Os quatorze novos promotores de Justiça substitutos, aprovados no 56º Concurso para Ingresso na Carreira do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e empossados na última sexta-feira, 1º de novembro, em cerimônia realizada na Procuradoria-Geral de Justiça, começaram na manhã desta segunda-feira, 4 de novembro, o Curso de Preparação para a carreira, promovido pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf). A capacitação tem duração de aproximadamente um mês e meio e conta com uma programação intensa, composta por aulas teóricas e práticas.

O objetivo principal do curso é proporcionar aos membros iniciantes o conhecimento sobre a organização e o funcionamento da instituição e sobre a realidade prática da atuação ministerial, com ênfase nos subsídios que auxiliem na atuação preventiva e resolutiva de conflitos, buscando-se garantir maior efetividade no exercício das funções ministeriais. Os recém-empossados conhecerão todas as coordenadorias e centros de apoio operacional do MPMG, os setores administrativos e as novidades da instituição, como os novos programas de informática que otimizarão as dinâmicas de trabalho.

Na abertura da ação educacional, os promotores de Justiça substitutos receberam as boas-vindas do diretor do Ceaf, Edson Ribeiro Baeta, do procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, do chefe de gabinete da Corregedoria, Rodrigo de Albuquerque, da ouvidora do MPMG, Maria Conceição de Assumpção Mello, do chefe de Gabinete, Carlos Henrique Tôrres de Souza, e do presidente da Associação Mineira do Ministério Público, Eneias Xavier Gomes.

Antônio Sérgio Tonet destacou a importância dos promotores de Justiça para os mais diversos campos sociais, lembrando que são eles os “tutores” das políticas públicas. “A instituição e a sociedade esperam muito de vocês, ainda mais em tempos de tantas dificuldades, em que a população está muito carente dos serviços públicos. Esse curso vai proporcionar a vocês uma experiência correspondendo a pelo menos três anos de instituição”, informou.

Tonet frisou, ainda, que o gabinete do promotor de Justiça deve ser uma porta aberta para a população e falou da necessidade de se trabalhar com amor e determinação. “O gabinete do promotor precisa ser um ponto de observação e detecção dos problemas da comunidade. Importante lembrar que os resultados do nosso trabalho vêm da consistência nas ações. A nossa carreira é feita, principalmente, de pequenos casos que exigem amor e dedicação. Para saber lidar com os grandes casos, precisamos estar preparados para os pequenos”.

Um sonho construído
Uma das integrantes da nova turma de promotores de Justiça é Samira Rezende Trindade. Natural de Manhuaçu, ela já compunha os quadros da instituição como analista há quatro anos e meio e, atualmente, trabalhava em Divinópolis. Tornar-se promotora foi um sonho cultivado e perseguido por ela com muita determinação desde a infância. “Eu via o fórum da minha cidade, a atuação dos promotores e achava sensacional. Busquei me aproximar das pessoas que trabalhavam lá para conhecer melhor. Entrei na faculdade idealizando o MP. Foi uma construção. Eu já tinha prazer em trabalhar como analista, mas queria ser promotora. Estudei seis anos e consegui realizar esse sonho”.

A nova promotora de Justiça disse, ainda, que deseja trabalhar duro na nova função. “Gosto muito desse movimento de melhorar a qualidade de vida de uma comunidade. Eu acredito muito no MPMG e quero dar o meu melhor para o povo mineiro”.

O encerramento do Curso de Preparação está previsto para 19 de dezembro.

Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
04/11/19