VoltarImprimir

Notícias

Patrimônio Histórico e Cultural01/12/2017
MPMG apoia projeto para a preservação do Mosteiro de Macaúbas, localizado em Santa Luzia

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Santa Luzia, está apoiando o projeto que objetiva angariar recursos para a restauração do Mosteiro de Macaúbas, que se encontra em situação de risco. A Promotoria de Justiça é responsável pela condução do Inquérito Civil Público nº 0245.13.000.661-3, que apura o mau estado de conservação do conjunto arquitetônico do século XVIII.

O Mosteiro de Macaúbas, localizado na cidade de Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte, conta com uma área de mais de 11 mil quadrados de construção, em sua grande parte ainda original do século XVIII. São mais de trezentos anos de história desde a sua fundação no ano de 1714, pelo ermitão Félix da Costa. O grande casarão, com uma fachada de mais de 100 metros, apesar de manter boa aparência em sua fachada externa, apresenta graves problemas em sua estrutura física com ataque de cupins em peças de madeira, e necessita readequar o sistema elétrico para atender as normas de segurança. No mosteiro, vivem em regime de clausura papal as irmãs concepcionistas da Ordem da Imaculada Conceição, responsáveis pela administração da casa desde 1933.

“Quem vê de longe o mosteiro, já consegue imaginar o trabalho que é preservar um dos mais importantes bens culturais brasileiros, tendo sido o primeiro recolhimento feminino do estado, onde estudaram as filhas de Chica da Silva. Para que a sociedade mineira possa participar dessa grande tarefa para manter de pé a grande construção colonial é que foi lançada a campanha Abrace Macaúbas, com o objetivo de angariar recursos para a sua conservação e restauração”, explica o promotor de Justiça Marcos Paulo de Souza Miranda.

Monumento religioso, histórico, artístico, cultural e paisagístico, o Mosteiro foi tombado em 1963 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1978, pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG), e, em 1989, pela Prefeitura Municipal de Santa Luzia.

Como participar
Abrace Macaúbas espera contar com a participação de amigos e benfeitores para conquistar as metas da campanha. Para isso, foi nomeada uma comissão para a coordenação da captação de recursos e aberta uma conta bancária específica para receber as doações que poderão ser de pessoas físicas e jurídicas.
 
Para doar qualquer quantia:
Banco: Caixa Econômica Federal (Banco 104)
Nome: Mosteiro de Nossa Senhora da Conceição Macaúbas
Agência: 1066 - Operação 013 - Conta Poupança: 75.403/4
CNPJ: 19.538.388/0001-07
 
Todas as ações serão acompanhadas pela 6ª Promotoria de Justiça da Comarca de Santa Luzia e fiscalizadas pela Comissão Técnica constituída pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Santa Luzia, Iepha/MG e Iphan.
 
Mais informações: www.abracemacaubas.com.br - (31) 3684-2096

Fonte: 6ª Promotoria de Justiça de Santa Luzia

 


Compartilhar: