VoltarImprimir

Notícias

Controle Externo da Atividade Policial19/10/2017
Delegado de Polícia de Rio Pardo de Minas é afastado do cargo por improbidade

Afastamento é resultado de pedido feito pelo MPMG



O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Promotoria de Justiça de Rio Pardo de Minas, obteve decisão na Justiça para afastar liminarmente o delegado de Polícia da cidade por atos de improbidade administrativa. O MPMG pede também que o delegado e um investigador que acobertava seus atos percam os cargos públicos e que paguem indenização por dano moral ao Estado.

Segundo apurado, o delegado de Polícia não comparecia nem ao expediente nem aos plantões regularmente. Com sua ausência, vários atos ilícitos foram praticados, como a liberação de presos em flagrante, prisões ilegais, arquivamentos irregulares e extravio de Inquéritos Policiais, além de ausência de respostas a requisições da Promotoria de Justiça.

De acordo com o MPMG, um investigador foi escolhido por ele, por meio de uma portaria, para exercer funções privativas do cargo de delegado de Polícia. A autoridade policial determinou que lhe fossem enviados, por e-mail ou telefone, todos os expedientes que chegassem à delegacia para o seu conhecimento e providências, as quais eram repassadas ao investigador, que as executava usando uma assinatura digitalizada do delegado.



Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/3330-8166
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
19/10/2017


Compartilhar: