VoltarImprimir

Notícias

Consumidor12/03/2019
Procon-MG realiza palestras em escolas de BH na Semana do Consumidor
Procon-MG realiza palestras em escolas de BH na Semana do Consumidor

Com foco no tema Segurança Alimentar e Nutricional, eleito como prioridade no Plano Geral de Atuação do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-MG) para 2019, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) realiza diversas atividades durante a Semana do Consumidor. Entre elas, estão palestras em escolas públicas e privadas de Belo Horizonte.

Na última segunda-feira, 11 de março, o Colégio Santa Dorotéia, localizado no bairro Sion, recebeu a nutricionista do Procon-MG Ana Lúcia Lopes para falar sobre alimentação saudável. O encontro também contou com o artista Eduardo Caldeira, que apresentou músicas sobre o tema discutido. Participaram 120 alunos do 5º ano do ensino fundamental.

Para iniciar a conversa, Ana Lúcia perguntou às crianças sobre suas preferências alimentares: “Maçã ou biscoito recheado? Leite puro ou com achocolatado? Salada ou macarrão instantâneo?”. Em seguida, Eduardo apresentou três músicas sobre os diferentes tipos de alimentos. A nutricionista aproveitou o conteúdo das canções para explicar o que são alimentos naturais, processados e ultraprocessados.

Segundo Ana Lúcia, alimentos naturais são aqueles que na natureza já estão prontos para consumo, como maçã e alface. Já os processados, como pêssego em calda e, são alimentos naturais com adição de sal, açúcar ou outras substâncias para aumentar sua durabilidade. A última categoria é a dos alimentos ultraprocessados, que possuem quantidades mínimas do alimento natural, como sorvete e salgadinhos industrializados.

A palestrante também explicou que alimentos processados e ultraprocessados contêm altos níveis de açúcar, gordura e sódio, o que possibilita que sejam conservados por mais tempo e sejam mais atraentes ao paladar. Ana Luíza aconselha que o rótulo dos alimentos seja analisado antes de se comprar o produto, de modo que sejam evitados aqueles com quantidades muito grandes das três substâncias.

Ana Lúcia finalizou o encontro mostrando alguns alimentos ultraprocessados e suas respectivas quantidades de açúcar, sal e gordura. Ela defende que é muito importante dar preferência aos alimentos naturais, que causam mais sensação de saciedade e já possuem os níveis adequados de sódio e açúcar para o corpo humano.

Além da palestra promovida no Colégio Santa Dorotéia, no mesmo dia foi realizado um encontro na Escola Estadual Vereador Álvaro Sales com alunos do ensino médio, que aprenderam sobre direitos básicos do consumidor e participaram de uma oficina sobre a leitura de rótulos dos alimentos.

No decorrer da semana, o Procon-MG promoverá atividades na Escola Municipal Magalhães Drumond, na Escola Municipal Josefina Souza Lima, no Colégio Batista e na Escola Estadual José Silva Couto.
 


Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Tel: (31) 3330-8016/3330-8166
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
12/03/2018
 


Compartilhar: