VoltarImprimir

Notícias

Consumidor08/04/2019
Procon-MG participa do evento “Saúde Integral” com informações sobre direitos do consumidor e segurança alimentar e nutricional

As pessoas que passaram pela Barragem Santa Lúcia, em Belo Horizonte, no último sábado, dia 6 de abril, puderam aprender um pouco mais sobre diversos assuntos ligados à saúde e sobre os direitos do consumidor, durante o evento “Saúde Integral: juntos para cuidar de você”. O encontro foi promovido por conselhos regionais de profissionais da saúde e teve a parceria do Procon-MG, órgão integrante do Ministério Público de Minas Gerais. O evento contou com exames de glicose e aferição de pressão, avaliação física, rodas de conversas, informações sobre dengue, febre amarela, chikungunya, zika, esquistossome, além de apresentações culturais, aulas de ritmos, entre outras atividades.

Os participantes que estiveram no estande do Procon-MG puderam tirar dúvidas sobre o Código de Defesa do Consumidor (CDC), aprender um pouco mais sobre rotulagem de alimentos e visualizar a quantidade de açúcar, gordura e sal presentes em alguns alimentos ultraprocessados, como refrigerantes, biscoitos, bebida achocolatada, macarrão instantâneo., entre outros. Além disso, o órgão de defesa do consumidor apresentou três músicas que explicam a diferença entre os alimentos naturais, os processados e os ultraprocessados. Cada música foi seguida por explicações da chefe de serviço de Análise de rotulagem da Fundação Ezequiel Dias, Valéria Regina Martins Vieira.

Esse trabalho sobre a segurança alimentar e nutricional e o direito à informação do consumidor faz parte do Projeto Consumo Saudável Dentro e Fora das Escolas, que está sendo desenvolvido pelo Procon-MG desde março deste ano em escolas públicas e privadas de Minas Gerais. O objetivo geral é incentivar estudantes da educação básica a serem consumidores conscientes e terem práticas alimentares saudáveis.

O projeto pretende mostrar a importância de ter os alimentos naturais como a base da alimentação, limitando o uso dos processados e evitando o consumo dos alimentos ultraprocessados, conforme recomenda o Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde.

Os alunos também serão incentivados a criar trabalhos sobre o tema segurança alimentar e nutricional e direitos do consumidor. O coordenador do Procon-MG, promotor de Justiça Amauri Artimos da Matta, explicou que está sendo preparado um concurso, junto com a Secretaria Estadual de Educação, que premiará os melhores trabalhos criados nas escolas durante o ano de 2019.

O Projeto Consumo Saudável Dentro e Fora das Escolas está sendo realizado em parceria com o Governo Estadual, o Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinep-MG), a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MG), a Prefeitura de Belo Horizonte e de outros municípios, órgãos e entidades do Sistema Estadual de Defesa do Consumidor, além de outros parceiros.


Ministério Público de Minas Gerais
Procon-MG - Jornalismo
Telefone: (31) 3250-4685
proconjornalismo@mpmg.mp.br
www.procon.mpmg.mp.br
www.facebook.com/ProconMG 


Compartilhar: