VoltarImprimir

Notícias

Tribunal do Júri26/06/2019
Torcedores da Galoucura, denunciados pelo MPMG por tentativa de homicídio contra cruzeirense, vão a Júri Popular

Quatro integrantes da torcida Galoucura, denunciados pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por tentativa de homicídio contra um cruzeirense em 2018, vão a Júri Popular. Na denúncia, o MPMG acusou cinco pessoas de praticarem o crime por motivo fútil, com emprego de meio cruel e com recurso que dificultou a defesa da vítima. O processo em relação a um dos acusados foi desmembrado, e o prazo prescricional está suspenso.

Três dos quatro torcedores que irão a Júri Popular ainda serão julgados pela Justiça por associação criminosa. Na decisão que determinou o julgamento do caso pelo Tribunal do Júri, o juiz do processo manteve o decreto de prisão contra os réus, proferido em 2018 após pedido do MPMG, como forma de manutenção da ordem pública e para assegurar a aplicação da lei penal. Dois dos acusados encontram-se foragidos.

Segundo a denúncia do MPMG, em 4 de março de 2018, após jogo entre Atlético e Cruzeiro, os cinco réus agrediram o torcedor do Cruzeiro, integrante da Máfia Azul, com chutes, socos e pauladas, de forma violenta e sucessiva. O crime, de acordo com a apuração, ocorreu entre a avenida Amazonas e a rua Cura Dars, no Bairro Prado, em BH. Câmeras de vigilância teriam gravado brigas entre torcedores do dois clubes, e agressão ao cruzeirense, no local.

 

Ministério Público de Minas Gerais
Superintendência de Comunicação Integrada
Diretoria de Imprensa
Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
26/06/19  


Compartilhar: