Destaque

    Em que pesem as incontáveis vantagens trazidas pelo desenvolvimento das comunicações e da transmissão de dados a distância, cujo mais significativo exemplo é a internet, o mau uso dessa tecnologia é também capaz de produzir danos, às vezes irreparáveis, a pessoas, empresas e órgãos públicos.

    Em consonância com as novas iniciativas globais de combate à criminalidade informática, o Ministério Público de Minas Gerais criou a Coordenadoria Estadual de Combate aos Crimes Cibernéticos (Coeciber). Vinculada ao Centro de Apoio Operacional das Promotorias Criminais, de Execução Penal, do Tribunal do Júri e da Auditoria Militar (Caocrim), a Coeciber tem por finalidade articular, em conjunto com os promotores de Justiça, medidas judiciais e extrajudiciais necessárias à efetivação do combate aos crimes cibernéticos no âmbito estadual.

    Aliada à sua natureza de órgão de investigação, a Coordenadoria de Combate aos Crimes Cibernéticos vem desenvolvendo, desde sua criação, importante papel preventivo junto à comunidade escolar, no sentido de orientar crianças, adolescentes e seus pais a utilizarem a internet de forma mais segura, bem como alertá-los dos perigos que rondam a web, prevenindo, assim, que se tornem vítimas de crimes praticados na rede mundial de computadores.

    Entre as iniciativas da Coordenadoria, destacam-se palestras em escolas públicas e particulares, distribuição de fôlderes e cartilhas com dicas e orientações sobre navegação segura, bem como treinamentos institucionais e de inteligência.

    Atendimento

    A Coeciber possui um canal direto de recebimento de denúncias, por meio do qual a população pode encaminhar informações sobre eventuais crimes praticados na internet:

    - Endereço e telefone: CLIQUE AQUI.

    - E-mail: crimedigital@mpmg.mp.br

    - Denúncias: cadastre sua manifestação através do formulário