VoltarImprimir

Memória em Destaque

Memória em Destaque

O projeto Memória em destaque tem como objetivo divulgar a história do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por meio do acervo do Memorial da instituição. Mensalmente, objetos, documentos, fatos ou biografias são destacados no ambiente expositivo e apresentados nos veículos de comunicação da Procuradoria-Geral de Justiça, onde são evidenciadas peculiaridades e informações técnicas, descritivas e narrativas dos itens expostos.
 
A partir de junho de 2016, o Memória em destaque apresenta uma série especial para divulgar a biografia dos procuradores-gerais de Justiça do MPMG, que exerceram o cargo entre 1980 e 2014. Essa série surge em decorrência do programa História oral, atualmente em curso, em sua terceira fase, cujo tema de pesquisa é a gestão dos procuradores-gerais de Justiça do MPMG (1980-2014).


Destaque do mês

JARBAS SOARES JÚNIOR (2004 – 2008)

Jarbas Soares Júnior nasceu em Montes Claros. Em 1989, formou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica Mineira. Ingressou no Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) em 20 de maio de 1990, exercendo a função de promotor de Justiça nas comarcas de Januária, Manga, Ouro Preto, Mariana e Itabirito.

Em 1992 veio para Belo Horizonte, onde passou a responder pela Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e do Patrimônio Cultural, função que acumulou inicialmente com as da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público.

Foi coordenador, por três vezes, da Promotoria de Defesa do Cidadão de Belo Horizonte, membro do Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural de Belo Horizonte, do Conselho de Política Ambiental do Estado de Minas Gerais (Copam) e do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), em Brasília.

Cidadão honorário de Januária, Araxá, Uberlândia e Pouso Alegre, foi professor convidado de Direito Ambiental e Direito Eleitoral da Escola Superior do MPMG e da Escola de Advocacia da Ordem dos Advogados do Brasil em Minas (OAB-MG).

Em de maio de 2001, foi promovido ao cargo de procurador de Justiça e nomeado, em 13 de setembro do mesmo ano, coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, do Patrimônio Histórico e Cultural e de Habitação e Urbanismo (Caoma).

Escolhido procurador-geral de Justiça para o biênio 2005-2006, foi reconduzido ao cargo para mais dois anos, 2007-2008.
 

Confira os destaques anteriores: