VoltarImprimir

Notícias

Institucional11/08/2017
MPMG e MPF discutem projeto que cria grupo nacional de unidades periciais

Projeto tem o objetivo de criar uma biblioteca do conhecimento a partir de trabalhos de todos os Ministérios Públicos

MPMG e MPF discutem projeto que cria grupo nacional de unidades periciais

Um ambiente de compartilhamento no qual todos os Ministérios Públicos do Brasil possam trocar experiências a partir do trabalho desenvolvido pelo setor de perícia técnica de cada instituição, garantindo um alinhamento da atuação e evitando que um determinado MP tenha que construir uma solução já existente em outro. São esses os principais objetivos da Secretaria de Apoio Pericial (Seap) do Ministério Público Federal (MPF), órgão que conta com a colaboração do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) desde julho deste ano, quando da assinatura de um Termo de Cooperação Técnica.

Nessa quarta-feira, 9 de agosto, integrantes do MPF estiveram na Procuradoria-Geral de Justiça de Minas Gerais para apresentar ao promotor de Justiça Edson de Resende Castro, coordenador da Central de Apoio Técnico (Ceat) do MPMG, alguns aperfeiçoamentos pelos quais passou o projeto. Servidores do setor de Tecnologia da Informação (TI) também participaram da reunião.

De acordo com o promotor de Justiça Edson de Resende, “a Seap, quando idealizou formar um grupo nacional de unidades periciais do MP brasileiro, procurou primeiramente o MPMG por ter informações de que aqui a perícia está melhor estruturada. E desde a primeira visita que nos fizeram esse conceito vem se confirmando”, afirma.

Ainda segundo o coordenador da Ceat, “o MPF tem um órgão de perícia e cada MP tem o seu, como nós temos a Ceat. Isso continuará assim. O que nós estamos construindo é um ambiente de compartilhamento das experiências e dos recursos dos setores de perícia de todos os MPs do Brasil. Fazer parte desse ambiente de cooperação é muito importante, pois certamente haverá experiências que poderão ser aproveitadas aqui”, destaca.

Edson de Resende ressalta ainda que, “para os procuradores e promotores de Justiça, ter o MPMG inserido nesse ambiente de conhecimento significa uma melhor qualidade do trabalho pericial e a garantia de que aqui se praticam as melhores técnicas conhecidas”.

De acordo com a Ceat, o MPMG conta com cerca de 90 peritos, nas mais diversas áreas: Contabilidade, Geologia, Biologia, Química, Assistência Social, Psicologia, Saúde Pública, Medicina, Análise de Sistemas, Engenharias Civil, Elétrica, Sanitária, Florestal, Agronômica, de Minas, de Alimentos, entre outras.

MPMG passa a integrar o Cadastro Nacional de Peritos


Ministério Público de Minas Gerais

Superintendência de Comunicação Integrada

Diretoria de Imprensa

Tel: (31) 3330-8016/3330-8166

Twitter: @MPMG_Oficial
Facebook: www.facebook.com/MPMG.oficial
Instagram: www.instagram.com/MPMG.oficial
11/08/17


Compartilhar: