VoltarImprimir

Eventos

25/03/2017 09:00
MPMG apoia realização do primeiro Curso de Formação de Promotoras Populares de Defesa Comunitária

Data de início: 25 de Março de 2017 às 09:00 horas.

Data de fim: 06 de Maio de 2017 às 13:00 horas.

Local: Belo Horizonte

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos e de Apoio Comunitário (CAO-DH), dará início, no dia 25 de março, ao primeiro Curso de Formação de Promotoras Populares de Defesa Comunitária, destinado a mulheres que exercem ou desejam exercer um papel de referência e liderança em sua comunidade.

A ação faz parte do programa Diálogos Comunitários, executado em parceria com a Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais, com a Associação Imagem Comunitária e com a Fundação Ford, e pretende formar multiplicadoras de práticas cidadãs, de apoio comunitário e de defesa dos direitos humanos, principalmente no que se refere à condição feminina e às relações de gênero.

Inspirado em iniciativas de sucesso, como o Curso de Formação de Promotoras Legais Populares, realizado pela Themis Assessoria Jurídica e Estudos de Gênero, e o curso Mulheres Promotoras de Cidadania, realizado pelo Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre a Mulher (Nepem), o projeto busca funcionar como instrumento de ativação da cidadania por meio de estratégias de defesa comunitária.

Além da temática diretamente ligada à história dos direitos da mulher, serão abordadas questões relacionadas a noções de Direito, Estado e Cidadania; relações de trabalho e Direito Previdenciário; promoção da igualdade racial; controle social de políticas públicas; acesso à cidade e aos serviços públicos, entre outras.

Segundo a coordenadora do CAO-DH, promotora de Justiça Nívia Mônica Silva, o projeto “é estratégia muito importante para resgatar e fortalecer lideranças comunitárias femininas nos territórios em que vivem e nos quais já podem exercer um protagonismo ainda maior na resolução e na prevenção de conflitos, na luta por melhores condições de vida e, em especial, na conscientização e valorização do papel das mulheres nesse contexto.”

Ainda conforme Nívia Mônica, há a expectativa de que a iniciativa possa ser replicada em outras comarcas, com os recursos e parcerias que forem viáveis em cada território.

As aulas serão ministradas no Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) do MPMG (avenida Álvares Cabral, 1740, 1º andar, Santo Agostinho) em seis sábados – 25 de março, 1º, 8, 22 e 29 de abril e 6 de maio –, sempre das 9h às 13h, totalizando 24 horas. O formato contempla aulas tradicionais e o compartilhamento de saberes e vivências entre as participantes e outras mulheres convidadas. As inscrições estão abertas até 13 de março e podem ser feitas pelo telefone (31) 3270-3210. Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail contatopromotorascomunitarias@gmail.com .

Programação

1º Encontro: Mulheres, história e ideologia
2º Encontro: Mulheres e o mundo do trabalho
3º Encontro: Combate à violência contra as mulheres
4º Encontro: Acesso à cidade e aos equipamentos públicos
5º Encontro: Caminhos possíveis para garantia de direitos
6º Encontro: Diversidade e enfrentamento a opressões estruturais
 

Fonte: CAO-DH